Copie a tag abaixo e cole-a entre as tags de todas as páginas do seu site

Resumo sobre sistema reprodutor masculino – visão geral

SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO

O sistema reprodutor ou sistema genital masculino é o conjunto de órgãos responsável pela produção de gameta masculinos, além da produção de hormônios sexuais secundários; de modo que atua na reprodução da espécie humana. Esse sistema é composto por dois testículos, dois epidídimos, dois dutos deferentes, dois dutos ejaculatórios, uretra, pênis e glândulas anexas (próstata, duas glândulas bulbouretrais e duas vesículas seminais).

Os testículos são os órgãos responsáveis pela produção dos espermatozoides dentro dos túbulos seminíferos, processo chamado de espermatogênese, e do hormônio sexual testosterona nas células de Leydig, atuando, desse modo, como uma glândula. Estão localizados no escroto, uma bolsa de pele e músculos, situada atrás do pênis, responsável por sustentar os testículos.

Após serem produzidos, os espermatozoides vão para os epidídimos, estruturas em forma de canal localizadas atrás dos testículos, cuja função consiste em ser o local onde ocorrerá a maturação e armazenamento dos gametas masculinos. Partindo de cada um dos epidídimos, há um duto deferente, responsável pelo transporte dos espermatozoides. Esses dutos deferentes, ao passarem pela vesícula seminal, tornam-se os dutos ejaculatórios e terminam na próstata. Vale ressaltar que a vesícula seminal produz o líquido seminal, que possui um aspecto leitoso e viscoso; esse líquido neutraliza o pH vaginal durante a relação sexual, além de atuar na motilidade dos espermatozoides.

Na próstata, a maior glândula sexual masculina, há a produção do líquido prostático, um fluido leitoso que auxilia a nutrir e proteger os gametas. As glândulas bulbouretrais, por sua vez, são responsáveis pela produção de uma solução que, além de ser lubrificante, atua na limpeza da uretra para a passagem do esperma.

Esperma ou sêmen são os termos que se dá ao conjunto de espermatozoides + líquidos provenientes das glândulas anexas. Sendo assim, após receber os fluidos glandulares, o esperma passa para a uretra, que nos homens faz parte tanto do sistema reprodutor quanto do sistema urinário, e possui cerca de 20 cm de extensão. Ela tem início na bexiga, passa pela próstata e tem sua maior parte no pênis.

O pênis, por sua vez, é o órgão da cópula, capaz de ser encontrado tanto no estado erétil, quanto no estado flácido, e é responsável pela eliminação da urina e do esperma. Em sua estrutura, há dois tipos de tecido, o tecido cavernoso e o tecido esponjoso. O tecido cavernoso, após estímulo sexual, se enche de sangue, o que faz com que o pênis esteja ereto, pronto para o ato sexual e, posteriormente, para a ejaculação, em que o sêmen é expulso. Já o tecido esponjoso atua de modo a envolver e conferir proteção à uretra. Vale ressaltar que, ao contrário do sistema reprodutor masculino, no sistema reprodutor feminino não há compartilhamento de estruturas entre os sistemas genital e urinário.

Fonte: https://www.infoescola.com/

0 comments