Copie a tag abaixo e cole-a entre as tags de todas as páginas do seu site

Resumo sobre especializações da membrana plasmática

ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA PLASMÁTICA

A) JUNÇÕES COMUNICANTES (JUNÇÕES TIPO “GAP”)

São comunicações entre 2 células adjacentes, formadas por proteínas (conexinas) que atravessam a bicamada lipídica. O fluxo de substâncias (molécula sinalizadora; íon) ocorre pelo interior do poro formado pelas conexinas. Essa especialização  juncional é uma das mais eficientes formas de comunicação entre células animais.

B) ZÔNULA DE OCLUSÃO (Zona oclusiva):
Trata-se de uma junção bloqueadora. Essa junção bloqueia o espaço entre as células adjacentes, impedindo a circulação de substâncias no espaço intercelular.

C)  ZÔNULA DE ADESÃO (Zônula adesiva):
O espaço intercelular é preenchido por uma substância adesiva, de modo a aumentar a adesão entre as células.
As membranas não se tocam.
Na face interna das membranas há grande concentração de filamentos de actina, conferindo maior resistência.

D) DESMOSSOMOS:
Trata-se de uma junção ancoradoura (adesão célula-célula).
Muito abundantes em epitélios de revestimento.
Em cada célula formam-se discos proteicos (caderinas); na face interna, há ligação com filamentos intermediários (queratina) do citoesqueleto. Na face externa, as moléculas de caderina de uma membrana prendem-se a molécula da outra membrana.

E) INTERDIGITAÇÕES:
São dobras da membrana plasmática que se encaixam como os dedos das mãos;
Aumentam a adesão entre as células;
Comuns em tecidos de revestimento.

F)  MICROVILOSIDADES:
São projeções da membrana, sustentadas por microfilamentos (actina);
Ocorrem com maior frequência células intestinais e em células do tubo contorcido proximal (néfron).
Aumentam a área de absorção (aumentam a área da membrana).

G) Glicocálix (glicocálice):
Embora não seja exatamente uma especialização da membrana, achei oportuno inserir o glicocálix neste resumo.
Corresponde a um revestimento localizado externamente à membrana plasmática de células animais, composto basicamente por glicoproteínas e glicolipídios.

Funções do glicocálix:
– Proteção contra danos mecânicos (barreira física);
– Mantém a superfície celular lubrificada;
– Reconhecimento molecular e celular;
– Digestão de macromoléculas.

VEJA TAMBÉM:
– Resumo sobre Estrutura da Membrana Plasmática

0 comments… add one

Leave a Comment