Resumo sobre tecido sanguíneo

TECIDO SANGUÍNEO

Trata-se de um tipo especial de tecido conjuntivo em que a substância intercelular é líquida, denominada de plasma.

> Plasma à Parte acelular do plasma constituída de água, minerais, hormônios, aminoácidos, açúcares e outras substâncias. Além disso, encontram-se proteínas diversas no plasma, tais como:
– Albuminas: mantêm a pressão osmótica do sangue.
– Globulinas: responsáveis pela formação de anticorpos.
– Lipoproteínas: transportam lipídios colesterol (formam LDL e HDL).
– Fibrinogênio: coagulação sanguínea.
OBS.: Plasma – fibrinogênio = soro.

>  Hemácias (Glóbulos vermelhos ou eritrócitos): Células anucledas, produzidas na medula óssea, de forma bicôncava. Contém em seu interior hemoglobina, pigmento responsável pelo transporte de O2. A carência de hemoglobina causa a anemia.
Taxa média: 4.500.000/mm3 sangue (mulher) e 5.500.000/mm3 (homem)
Vida média: 120 dias (devido à ausência de núcleo)
Local de produção : medula óssea
Local de destruição: Fígado e baço (destruídas por macrófagos).

Extraído de: https://br.pinterest.com

Para pensar: Por que os atletas brasileiros ao irem disputar uma partida de futebol em locais muito altos como La Paz (3635m de altitude) sentem muito cansaço?

> LEUCÓCITOS (GLÓBULOS BRANCOS):
Trata-se de um grupo de células, com núcleo de formas variadas, que constituem um verdadeiro exército contra a invasão de microrganismos em nosso corpo. São eles:

  • Neutrófilos –> São muito ativos na fagocitose, constituindo a maior percentagem dos glóbulos brancos. Possuem grande capacidade de diapedese, isto é, de atravessar a parede de capilares. O núcleo apresenta 3 lóbulos (núcleo trilobulado).
  • Eosinófilos –>  Defendem o organismo contra vermes parasitas e também em processos alérgicos. Possuem núcleo bilobulado.
  • Basófilos –> Possuem grânulos ricos em histamina (substância vasodilatadora) e heparina (anticoagulante). No tecido conjuntivo, há os mastócitos, que desempenham a mesma função. A liberação excessiva de histamina provoca as crises alérgicas (coceira no nariz, lacrimejamento, vermelhidão na pele…).
  • Monócitos –>  Células com grande capacidade de diapedese. Ao sair do vaso originam os macrófagos, células com elevada capacidade fagocitária.
  • Linfócitos –> Células produzidas na medula, mas que migram para tecidos linfáticos (timo, baço, linfonodos…). Existem dois tipos de linfócitos:
    Linfócitos T,  responsáveis pela resposta imune celular (atacam as células do corpo que foram atacadas pelo antígeno) e Linfócitos B,  responsáveis pela resposta imune humoral (produzem anticorpos, que neutralizam a ação dos antígenos livres quanto aqueles que estejam grudados em células).

 

Taxa média de leucócitos: 8.000/mm3 sangue (de um modo geral, a taxa de leucócitos varia de 5.000 a 10.000/mm3 de sangue). Quando essa taxa está acima do normal fala-se em leucocitose ; caso esteja abaixo do normal, fala-se em leucopenia.

>  PLAQUETAS (TROMBÓCITOS):
As plaquetas correspondem a pedaços anucleados de células, de grande importância no processo de coagulação sanguínea. São produzidas na medula óssea e a taxa média varia de 150.000 a 300.000/mm3 sangue.
Cabe ressaltar que, em casos de dengue, ocorre redução do número de plaquetas, o que pode levar a hemorragias (dengue hemorrágico) e causar o óbito do paciente.

Mecanismo básico de coagulação sanguínea:

Obs.: A vitamina K (produzida pela flora bacteriana intestinal) e presente em vegetais folhosos (rúcula, agrião, alface, espinafre…) e no  alho tem importante papel no processo de coagulação sanguínea, uma vez que participa da produção de protrombina. Dessa forma, quando há uma carência de vitamina K não se forma a trombina, nem a fibrina e, consequentemente, não se forma o coágulo.

0 comments… add one

Leave a Comment