Pism módulo III – prova aplicada em 2018 resolvida

PISM MÓDULO 3 – PROVA APLICADA EM 2018

01) A determinação de paternidade pelo DNA foi introduzida no Brasil trinta anos atrás, em 1988, com a contribuição do Núcleo de Genética Médica de Minas Gerais. Desde então o procedimento alavancou uma verdadeira revolução judicial e social, agilizando a solução de milhares de casos de determinação de paternidade e permitindo a solução de problemas de paternidade na esfera extrajudicial, no seio das famílias.

(PENA, Sérgio. Considerações bioéticas sobre a determinação da paternidade pelo DNA. Minas Faz Ciência, edição especial Bioética, nov. 2018.)

Marque a alternativa INCORRETA sobre características hereditárias e testes genômicos:

A) O teste de paternidade é possível a partir de análises comparativas entre o DNA nuclear da mãe, do filho e do suposto pai.
B) O teste de paternidade compara os alelos do filho aos do suposto pai, sendo que, para a confirmação da paternidade, todos os alelos do filho devem corresponder aos do suposto pai.
C) O teste de maternidade é 100% confiável, já que o DNA mitocondrial do ser humano é herdado apenas do genitor feminino.
D) O teste de paternidade pressupõe que a constituição genética do filho é gerada a partir de metade dos cromossomos da mãe e metade dos cromossomos do pai.
E) A determinação da paternidade constitui uma aplicação prática das informações sobre a variabilidade genética humana obtidas através do Projeto Genoma Humano.

02)  O atendimento ambulatorial para transgêneros no Ministério da Saúde, regulamentado pela Portaria nº 2803, de 19 de novembro de 2013, teve um aumento de 32% entre 2015 e 2016. Em 2016 foram feitas 4.467 consultas, em comparação a 3.388 em 2015. A terapia hormonal no processo transexualizador cresceu 187% no período. Em 2015, foram 52 procedimentos. Em 2016, 149. A expansão, de acordo com o Ministério da Saúde, é resultado do maior número de centros habilitados para fazer esse atendimento.

(Texto adaptado. O Estado de São Paulo. Terapia hormonal para mudança de sexo quase triplica no país, 25 jan. 2017.)

Caso uma pessoa do sexo masculino se reconheça como do gênero feminino e deseje fazer terapia hormonal assistida para o processo transexualizador, qual é o principal hormônio que deverá ser utilizado para o desenvolvimento das características sexuais secundárias femininas? Marque a alternativa CORRETA:
A) Testosterona.
B) Estrógeno.
C) Ocitocina.
D) Somatotropina.
E) TSH.

03) O jornal Folha de São Paulo, em junho deste ano, publicou uma notícia com a seguinte manchete:

Polícia federal usa bituca de cigarro e DNA para apurar ataque de facção”.

A notícia tratava do uso da genética molecular para identificar criminosos por meio de identificação de DNAs presentes na cena de um crime.
Sobre esse assunto é CORRETO afirmar que:

A) As mutações e a mitose (que embaralha as diferentes combinações genéticas) são os processos responsáveis pela geração de variabilidade genética na espécie humana, o que permite identificar cada pessoa como sendo única.
B) Nós possuímos variabilidade genética, como, por exemplo, temos um número de cromossomos diferentes, o que permite, em uma análise genética de DNA presente na cena de um crime, identificar um criminoso.
C) A identificação de pessoas por meio de análise de DNA baseia-se no uso de enzimas de restrição, que são moléculas capazes de sequenciar o DNA, assim demonstrando de quem é o DNA presente na cena de um crime.
D) Na eletroforese, os fragmentos de DNA maiores, por serem mais pesados, correm em uma maior velocidade ao longo do gel e se depositam, portanto, mais proximamente ao polo positivo no final do processo.
E) A eletroforese de fragmentos de DNA é um dos métodos utilizados para identificar pessoas. O uso de enzimas de restrição para cortar o DNA gera um padrão de fragmentos que é característico de cada pessoa (impressão digital molecular).

04)  As técnicas de engenharia genética tornaram possível introduzir um gene de uma espécie em outra, gerando organismos chamados transgênicos. Um exemplo clássico é uma variedade transgênica de soja que recebeu um gene que confere resistência a determinados herbicidas, possibilitando que o agricultor elimine outras plantas competidoras e aumente a produtividade da lavoura. Por outro lado, o excesso de herbicidas nas lavouras pode implicar em eutrofização e poluição do ambiente, o que vem gerando polêmica sobre o uso de certos transgênicos para alimentação.

Sobre organismos transgênicos, assinale a alternativa CORRETA:

A) A manipulação genética de plantas é mais complexa do que de animais, uma vez que é relativamente difícil obter uma planta completa a partir de uma única célula geneticamente transformada.
B) Animais transgênicos são produzidos pela injeção de RNA previamente clonado a partir de uma espécie em ovos de outras espécies.
C) A soja transgênica, objeto de grande polêmica em diversas partes do mundo, foi produzida por meio de eletroforese de proteínas.
D) Para a produção de um mamífero transgênico é necessário fazer a fecundação in vitro e posteriormente implantar o embrião no útero de uma fêmea em período fértil.
E) É possível produzir uma planta transgênica através do bombardeamento das células vegetais com minúsculas partículas de metal com RNA aderido em sua superfície.

05) Em um campo experimental na Zona da Mata Mineira, uma pastagem foi queimada e abandonada.
Com o passar do tempo, pesquisadores observaram a colonização por gramíneas, depois por ervas e arbustos, e finalmente por árvores. É CORRETO afirmar que se trata de uma sucessão ecológica:
A) secundária.
B) primária.
C) clímax.
D) disclímax.
E) ecótono.

RESOLUÇÃO:
01) Nos testes de paternidade comparam-se fragmentos de DNA do suposto pai, da mãe e da pessoa cuja paternidade deseja-se determinar. Através da técnica de eletroforese em gel, os fragmentos de DNA migram conforme seu tamanho, originando “um código de barras”, exclusivo para cada pessoa. As bandas que formam esse “código” são de origem materna e de origem paterna (50% para cada).
Resp.: B

02) O hormônio estrógeno (produzido pelos ovários) é o principal responsável pela determinação das características sexuais secundárias na mulher.
Resp.: B

03) Questão muito similar à primeira.
Como explicado na questão de número 01, pela técnica de eletroforese, os fragmentos obtidos por ação das endonucleases (enzimas de restrição) migram em uma placa de gel, originando um padrão de fragmentos característico para cada pessoa.
Resp.: E

04) Para se obter um animal transgênico, o gene exógeno (transgene) deve ser inserido no zigoto. Após as primeiras divisões em meio de cultura (“in vitro”), o blastocisto deve ser inserido no útero de uma fêmea em período fértil. Como o zigoto se desenvolve em embrião por meio de mitoses, todas as células serão portadoras do transgene.
Resp.: D

05) A questão faz referência à sucessão secundária. Trata-se de um processo de substituição de espécies em um local que, em outras épocas, já fora colonizado. Ex.: sucessão em área de pastagem abandonada; sucessão em área vegetal que sofreu ação de um incêndio… .
Resp.: A

VEJA TAMBÉM:
Pism módulo III – ano 2017 – resolvido

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *