UEMG 2017 comentada

UEMG 2017 COMENTADA

01) O procedimento cotidiano adequado para se retardar o amadurecimento de um mamão é
A) embalar o fruto em jornal.
B) gerar cicatrizes em sua superfície.
C) fornecer calor de forma moderada.
D) manter o mamão em local ventilado.

02)  Analise o heredograma sobre a herança da distrofia muscular de Duchenne, uma doença degenerativa, determinada por gene recessivo, ligado ao cromossomo X representado a seguir. Os indivíduos I.1 e II.1 são afetados pela herança.

A probabilidade do descendente III.2 ser uma menina afetada será de
A) 0%.
B) 25%.
C) 50%.
D) 100%.

03)  Analise a representação gráfica do ciclo ovariano regular de 28 dias, mostrado a seguir.

O hormônio 4 tem como função
A) liberar o ovócito II.
B) estimular a libido feminina.
C) desenvolver o folículo ovariano.
D) aumentar a espessura do endométrio.

04)  Analise o esquema, a seguir, que representa as três etapas de um processo metabólico energético.

Sobre esse processo metabólico, é correto afirmar que
A) as plantas realizam as etapas II e III, mas não realizam a I.
B) a maior produção de CO2 ocorrerá na fosforilação oxidativa.
C) a etapa I é comum aos metabolismos de respiração anaeróbia e aeróbia.
D) os procariotos, por não apresentarem mitocôndrias, não realizam a etapa III.

05)
Uma nova técnica de fertilização auxiliou no nascimento de um bebê, gerado por três pessoas, segundo a revista científica “New Scientist”.
O menino, hoje com cinco meses, tem o DNA do pai e o da mãe, somados à pequena parte do código genético de uma terceira pessoa.
Médicos americanos deram um passo, sem precedentes, para evitar que o bebê tivesse a doença genética, denominada síndrome de Leigh, determinada por genes mitocondriais, e que teria consequências fatais ao atacar seu sistema nervoso central. Especialistas dizem que a técnica pode inaugurar uma nova era da Medicina ao possibilitar que famílias evitem que seus descendentes sofram de determinadas doenças genéticas.

Disponível em:< http://www.bbc.com/portuguese/geral-37476702> Acesso 01 Out 2016.

A técnica desse procedimento utilizou
A) DNA ligase.
B) ovócito anucleado.
C) enzimas de restrição.
D) plasmídeo como vetor.

06)  A planta, a seguir, chama-se Euphorbia obesa e se assemelha muito a um cactus, mas não pertence a essa família de plantas. Porém, assim como os cactus, são encontradas em regiões secas e com insolação abundante.
A semelhança entre essas plantas e os cactus deve-se ao fato de a Euphorbia ter
A) adquirido esse formato por seleção artificial.
B) perdido suas folhas devido à predação por herbívoros.
C) sido submetida às mesmas pressões seletivas que os cactus.
D) mudado sua aparência para sobreviver a ambientes inóspitos.

Resolução:
01) O amadurecimento do mamão é acelerado pela liberação do hormônio etileno. Na zona rural, é comum as pessoas enrolarem o mamão em um jornal para que ele amadureça mais rápido. Para retardar o amadurecimento, uma estratégia é deixá-lo em local bem ventilado.
Resp.: D

02) Como a doença é causada por um gene recessivo ligado ao sexo, uma mulher com a doença terá a genótipo XdXd. Neste caso, o pai dela deverá ser doente (XdY) e a mãe dela deverá ser, pelo menos, portadora (XDXd). No caso do heredograma da questão, o pai do indivíduo III é normal (XDY). Logo, não há chance de sair uma menina afetada com distrofia de Duchenne.
Resp.: A

03) Indentificando os hormônios:
1: LH (estimula a ovulação e mantém o corpo lúteo)
2: FSH (estimula o desenvolvimento de um folículo ovariano)
3: estrógeno (estimula a recuperação da parede uterina)
4: progesterona (prepara o endométrio para a gravidez).
Resp.: D

04) A etapa indicada por I corresponde à glicólise, uma via metabólica que ocorre no citosol e que é comum tanto ao processo de fermentação (processo anaeróbio)  como à respiração aeróbia.
Resp.: C

05) Como a herança mitocondrial é exclusivamente materna (portanto, dos genes mitocondriais presentes no óvulo), para que o bebê não herdasse a doença da mãe, foi necessária a utilização de um óvulo de uma doadora (cujas mitocôndrias não possuíssem o gene para a doença). Esse óvulo foi enucleado (teve o núcleo retirado) e nele foi colocado o núcleo do óvulo da mãe biológica. Esse bebê tem, assim, DNA nuclear do pai, DNA nuclear da mãe biológica e DNA mitocondrial da mãe doadora do óvulo.
Resp.: B

06) Tem-se aqui um caso de convergência adaptativa (evolução convergente), em que espécies não aparentadas são submetidas às mesmas pressões seletivas, o que as deixam semelhantes.
Resp.: C

Veja também:
Prova resolvida da UEA 2016 – 3ª fase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *