Questão resolvida sobre larvas e plantas carnívoras, da Fuvest

(FUVEST/2017) Recentemente, pesquisadores descobriram, no Brasil, uma larva de mosca que se alimenta das presas capturadas por uma planta carnívora chamada drósera. Essa planta, além do nitrogênio do solo, aproveita o nitrogênio proveniente das presas para a síntese proteica; já a síntese de carboidratos ocorre como nas demais plantas. As larvas da mosca, por sua vez, alimentam-se dessas mesmas presas para obtenção da energia necessária a seus processos vitais.
Com base nessas informações, é correto afirmar que a drósera
A) e a larva da mosca são heterotróficas; a larva da mosca é um decompositor.
B) e a larva da mosca são autotróficas; a drósera é um produtor.
C) é heterotrófica e a larva da mosca é autotrófica; a larva da mosca é um consumidor.
D) é autotrófica e a larva da mosca é heterotrófica; a drósera é um decompositor.
E) é autotrófica e a larva da mosca é heterotrófica; a drósera é um produtor.

RESOLUÇÃO:
A planta carnívora é um organismo autótrofo; os insetos por ela capturados são uma fonte adicional de nitrogênio, uma vez que essas plantas são originárias de solos pobres em tal nutriente. Sendo organismo autotrófico, a drósera é um produtor.
Já a larva da mosca (como todos os animais) é um organismo heterotrófico (incapaz de fixar carbono).
Resp.: E

VEJA TAMBÉM:
Questão resolvida sobre teia alimentar, da UFPR 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.