Pesticidas – resumo geral

Resumo sobre pesticidas e seus  impactos para o ambiente e o ser humano

O termo “pesticida” pode ser empregado para qualquer produto usado para combater as pragas que afetam o ser humano, suas criações e/ou plantações. De acordo com a praga à qual atuam,  recebem denominações específicas:  inseticidas (para combate a insetos), fungicidas (para combate a fungos), acaricidas (para combate a ácaros)….

O grande problema relativo ao uso dos pesticidas (podem ser chamados também de agroquímicos)  está na falta de respeito à dosagem a ser aplicada e à não observância do período de carência (intervalo de tempo entre a aplicação do pesticida e a utilização do produto pelo homem). Esses dois fatores contribuem para o envenenamento de nossos alimentos, com graves consequências ao ser humano, como intoxicações diversas e, até mesmo, câncer.

Não se pode desconsiderar, ainda, a contaminação de reservatórios de abastecimento de água, contaminada com rejeitos de agroquímicos carregados por ação das chuvas. Nesta situação, tem-se um comprometimento da saúde humana e da qualidade do meio ambiente.

Outros, como é o caso do DDT, acumulam-se nos tecidos vivos (biomagnificação).

Imagem extraída de: http://www.agronegocios.eu/noticias/degradacao-biologica-de-pesticidas-uma-solucao-para-o-problema-da-contaminacao-ambiental/

Além desses problemas de saúde, podemos listar outros problemas advindos da utilização incorreta dos pesticidas:
► Seleção de linhagens resistentes: o uso contínuo de determinado pesticida contribui para  a seleção de linhagens (cepas) resistentes àquele princípio ativo. Com isso, a cada aplicação, a “eficiência”  do pesticida fica menor (temos aqui um exemplo clássico de seleção).
► Eliminação de espécies indiferentes ou úteis ao interesse do homem: contribui para a redução da biodiversidade.
► Envenenamento dos alimentos (aqui cabe ressaltar um grave problema: em muitas situações o agricultor não respeita o período de carência do pesticida. Como consequência, o consumidor adquire um produto impróprio para consumo).
► Desequilíbrios em ecossistemas próximos: Agentes físicos como o vento e a água podem levar o pesticida a outros ecossistemas, comprometendo seu equilíbrio ecológico.

Como possíveis soluções para reduzir o uso dos chamados defensivos químicos, pode-se plantar uma variedade mais resistente a pragas e o usar o controle biológico de pragas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *