Copie a tag abaixo e cole-a entre as tags de todas as páginas do seu site google-site-verification=6rc-huWciP349Oc1oPC4nnUHwCwjzFDTuzY_HkpPJ3w

Pism 3 – ano 2017

Pism 3 – ano 2017 comentada

01) Modelo de análise desenvolvido em 1996 e que permite estimar a área necessária (em hectares) para sustentar uma dada população humana, considerando seu consumo de recursos naturais renováveis. Seu valor corresponde à área total de recursos naturais renováveis (terras, mares, rios e afins) necessários para abastecer os habitantes com alimentos e outros recursos, e comparado com a capacidade produtiva do território analisado.
A alternativa CORRETA referente ao nome deste modelo é:
A) pegada ecológica.
B) desenvolvimento sustentável.
C) mecanismo de desenvolvimento limpo.
D) curva de Keeling.
E) agenda 21.

02) “A sexualidade e a reprodução humana são temas apaixonantes e geram questões polêmicas, como produção de bebês de proveta, clonagem de seres humanos, liberalização do aborto e uso de métodos contraceptivos […]. O conhecimento sobre como é e como funciona o nosso sistema reprodutor é questão de cidadania, pois garante a cada um de nós o controle consciente da reprodução.”
Amabis e Martho (2001)
Considere as afirmativas abaixo sobre métodos contraceptivos e de reprodução.
I. A utilização do diafragma e do dispositivo intrauterino (DIU) impedem o encontro entre o espermatozoide e o óvulo, isto é, impedem a fecundação.
II. A progesterona e o estrógeno presentes na pílula anticoncepcional regulam a produção de FSH e LH pela hipófise impedindo a ovulação.
III. As camisinhas, masculina ou feminina, além de eficientes na prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) impedem a fecundação, pois inibem, respectivamente, a espermatogênese e a ovogênese.
IV. A vasectomia e a laqueadura tubária são métodos de esterilização que atuam diretamente sobre a nidação, isto é, o processo de implantação do embrião no útero.
V. Os hormônios da “pílula do dia seguinte”, método contraceptivo de emergência, impedem a ovulação ou, se a pílula é usada após a fecundação, impedem que o embrião se implante na parede uterina.
São CORRETAS as afirmativas:
A) I, II e IV
B) II e III
C) I, II, III e IV
D) III, IV e V
E) II e V

03) Em humanos, a depender da localização do gene e das relações entre os alelos, diferentes padrões de herança podem ser diagnosticados. Relacione os padrões de herança exemplificados (A, B, C e D) com a classificação (I, II, III e IV) que evidencia em que tipo de cromossomo o gene está localizado e a relação entre os alelos em cada caso.

I – Autossômica recessiva
II – Autossômica dominante
III – Recessiva ligada ao sexo
IV – Limitada ao sexo
Marque a alternativa onde TODAS as relações são CORRETAS:
A) I-A, II-B, III-C, IV-D
B) I-A, II-D, III-C, IV-B
C) I-D, II-B, III-D, IV-A
D) I-C, II-A, III-D, IV-B
E) I-B, II-A, III-C, IV-D

04) Até o início século XX a explicação mais aceita para a hereditariedade era a de que os gametas eram formados por partículas provindas de várias regiões do corpo e na fecundação eles se fundiam, misturando assim as características dos pais em um novo indivíduo. Mendel postulou que fatores, ou elementos, eram responsáveis pela transmissão de tais características e que eles são recebidos dos pais, via gametas.
Marque a alternativa que representa de forma CORRETA as explicações de Mendel para a hereditariedade e os conceitos atuais da genética.
A) Os genes correspondem ao que Mendel denominou fatores que se unem durante a fecundação, gerando um indivíduo com as características intermediárias do pai e da mãe.
B) Ao herdar dos pais dois alelos diferentes para uma mesma característica hereditária, um indivíduo pode ter manifestada apenas uma variável: o fenótipo dominante.
C) Na formação dos gametas, os alelos para uma mesma característica, herdados de pai e mãe, se separam independentemente nas células diploides.
D) Em um indivíduo, cada característica hereditária é condicionada por um alelo, resultante da associação de diferentes genes oriundos da fusão dos gametas do pai e da mãe.
E) Na segunda fase da meiose, ocorre o pareamento dos genes alelos em cromossomos homólogos na placa equatorial da célula, para a formação de gametas.

05) Leia os textos abaixo e responda ao que se pede.
“Mar fica ácido em ritmo sem precedente e vida marinha é afetada”
Reinaldo José Lopes. Editor de “Ciência E Saúde” 02/03/2012

“Os oceanos da Terra estão ficando mais ácidos a uma taxa que parece não ter precedentes nos últimos 300 milhões de anos, uma notícia nada agradável para a vida marinha e para a economia humana que depende dela. A conclusão está em estudo na revista “Science“, que analisou todos os registros geológicos disponíveis sobre fenômenos parecidos.
Apesar da relativa falta de dados no caso dos períodos mais remotos, a equipe liderada por Bärbel Hönisch, da Universidade Columbia, diz que a rapidez das alterações na química do oceano atual é única. ‘O que estamos fazendo hoje realmente se destaca’, disse ela em comunicado oficial. A culpa é do dióxido de carbono ou gás carbônico (CO2), substância que a humanidade anda lançando em quantidades cada vez maiores na atmosfera ao queimar combustíveis fósseis ou florestas, por exemplo. Cerca de metade do CO2 emitido no planeta acaba sendo absorvido pelos oceanos. A molécula reage com a água, produzindo ácido carbônico e um dos resultados da reação é o aumento da acidez do mar. [..] ‘O que ocorre é que ela (água do mar) está ficando progressivamente menos alcalina -ainda não pode ser classificada como ácida.’ Parece pouco, mas a mudança é suficiente para que haja menos carbonato nos oceanos.”
Fonte: Folha on line <http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2012/03/1056166-mar-fica-acido-em-ritmo-sem-precedente-e-vida-marinha-eafetada.shtml> . Acesso em 06/08/2017.

Sobre a acidificação dos oceanos relatada na reportagem do Jornal Folha de São Paulo, assinale a afirmativa abaixo que explique CORRETAMENTE seus efeitos sobre a vida marinha.
A) O fenômeno é caracterizado pela diminuição do pH da água do mar, causada pelo excesso de íons H+, provenientes da dissociação do ácido carbônico e que provocam intoxicação dos mamíferos marinhos como as focas e as baleias.
B) O fenômeno produz íons carbonato, resultantes da dissociação do ácido carbônico, formado no processo de acidificação, provocando o aumento da temperatura do mar, causando a morte de muitas espécies de corais e de crustáceos.
C) O fenômeno torna o carbonato de cálcio menos disponível na água, o que tem levado diversos organismos que possuem esqueleto calcário como corais e crustáceos a sofrer uma dissolução de suas estruturas calcificadas.
D) O fenômeno de acidificação provoca o aumento do consumo de gás carbônico nos ecossistemas marinhos, o que favorece a reprodução dos corais e a diminuição de espécies que se alimentam deles, provocando desequilíbrio nas teias alimentares.
E) O fenômeno provoca a proliferação excessiva de certas espécies de algas pelo aumento da acidez da água e estas são capazes de produzir toxinas que se acumulam ao longo da cadeia alimentar, intoxicando os vertebrados marinhos.

Resolução:
01) O enunciado faz menção à pegada ecológica, um modelo que permite estimar a área necessária para certa população humana, considerando o seu consumo de recursos naturais. Essa área é estimada em hectares. Considera-se como uma pegada ecológica ideal (para evitar um colapso ambiental), um valor de até 1,8 hectare per capita. O Brasil tem uma pegada ecológica de 2,2 hectares per capita.
Resp.: A

02)
I) Falsa. O diagrama atua como método de barreia, enquanto o DIU tem ação espermicida. Caso não impeça a fecundação, o DIU impede a nidação (implantação do blastocisto na parede uterina).
II) Verdadeira.
III) Falsa. A camisinha (masculina ou feminina) não impede a gametogênese (ela ocorre no interior das gônadas).
IV) Falsa. Vasectomia e laqueadura impedem o encontro dos gametas (impedem a fecundação).
V) Verdadeira.
Resp.: E

03)
A pode representar um caso de herança autossômica dominante. Observe, na representação abaixo, que todos os indivíduos portadores do alelo dominante A são afetados, independente do sexo.
C pode indicar um caso de herança autossômica recessiva. Do cruzamento entre pais normais (heterozigotos), surgem dois descendentes afetados (um de cada sexo).
D pode representar um caso de herança recessiva ligada ao sexo (gene no cromossomo X sem representação no cromossomo Y). Considerando a mãe homozigota (XDXD), todos os descendentes nascerão normais, independente do sexo.
Por exclusão, B pode representar um caso de herança limitada ao sexo. Trata-se de um caso de herança autossômica em que os genes se manifestam em apenas um dos sexos (no caso, só no feminino).
Resp.: D

04) É importante destacar que após a fecundação, o indivíduo formado terá características intermediárias entre o pai e a mãe (tudo vai depender dos alelos que ele receber de cada genitor).
Quando um indivíduo recebe alelos diferentes (ex.: A e a), ele terá genótipo Aa e seu fenótipo será aquele condicionado pelo alelo dominante.
Resp.: B

05)  Como aparece no enunciado, com o aumento da concentração de CO2 na água, há uma menor disponibilidade de carbonato em solução (íon integrante do esqueleto de corais, crustáceos e certos moluscos). A consequência disso é uma dissolução dos esqueletos calcários desses organismos.
Cabe ressaltar, que o aumento na concentração de CO2 contribui para um aumento na concentração de íons bicarbonato (HCO3) na água, e não de carbonato.
Resp.: C

Veja também:
Prova resolvida do vestibular 2018 da UPF

0 comments… add one

Leave a Comment

Pular para a barra de ferramentas