Questão resolvida sobre radiação ultravioleta, da UFMS

(UFMS/2018) A barreira natural formada pela camada de ozônio contra os raios ultravioleta é fundamental para a manutenção da vida na Terra. O excesso desse tipo de radiação é nocivo, pois está relacionado à indução de:
A) mutações, que são alterações no material genético, podendo desencadear câncer de pele em seres humanos.
B) translocações, que são trocas de partes do material genético, podendo desencadear malformação congênita.
C) recombinação gênica, que são recombinações do material genético, podendo desencadear vários tipos de câncer em seres humanos.
D) síntese proteica, que corresponde a uma produção excessiva de proteínas pelo DNA recombinante.
E) deleções, que correspondem à perda de partes do material genético, podendo desencadear câncer de mama.

RESOLUÇÃO:
A incidência da radiação ultravioleta sobre a pele pode desencadear mutações, que são alterações na sequência de bases do DNA (material genético), o que pode levar ao surgimento do câncer de pele.
As translocações são trocas de pedaços de cromossomos não homólogos, e não são influenciadas pela radiação ultravioleta.
A recombinação gênica corresponde ao embaralhamento dos genes (em decorrência da distribuição casual dos cromossomos na meiose I e da reprodução sexuada) e contribuem para aumento da diversidade genética.
A síntese proteica (em nível de ribossomos) não é influenciada pela radiação ultravioleta.
As deleções são perdas de parte(s) do cromossomo, como ocorre na síndrome de Du Cri Du Chat, e não são influenciadas pela radiação ultravioleta.
Resp.: A

VEJA TAMBÉM:
Questão resolvida sobre surgimento de novo alelo, da UERGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *