Unichristus 2018 específica – prova de biologia resolvida – parte 2

09) A qualidade da água é um problema quando se trata de piscinas públicas e, embora não torne a água verde, a urina pode representar perigos. Pensando nisso, cientistas na Universidade de Alberta, no Canadá, utilizaram uma técnica curiosa para medir a quantidade de urina em piscinas: um adoçante. Em pesquisa, publicada no jornal científico Environmental Science & Technology Letters, utilizou-se o ‘acessulfame-K’, um adoçante sintético derivado de potássio como base. Todas as piscinas e banheiras de hidromassagem (Jacuzzi) testadas com o produto continham urina. O motivo para o uso do adoçante, presente em muitos alimentos processados do mercado, é o fato de a substância passar inalterada pela digestão no corpo. Está, portanto, presente na urina e é facilmente detectada, mesmo em piscinas com água clorada. Não é possível usar o método de detecção em casa, mas a descoberta se configura como um importante passo para o desenvolvimento de um dispositivo capaz disso.

Disponível em: <http://veja.abril.com.br/saude/cientistas-usam-adocante-para-medir-o-volume-de-urina-em-piscinas/>.
Acesso em: 20 de julho de 2017.

De acordo com a notícia, pode-se inferir que
A) um tipo de adoçante sintético derivado de potássio é utilizado para medir a quantidade de cloro contido nas piscinas públicas.
B) foi desenvolvida uma técnica que detecta facilmente a presença microrganismos em piscinas com água clorada.
C) adoçantes são substâncias que sofrem alteração quando passam pelo processo de digestão e filtração nos rins.
D) foi detectada a presença de urina em piscinas e jacuzzis testadas com um tipo de adoçante sintético derivado de potássio como base.
E) a presença de urina contendo adoçantes sintéticos derivados de potássio em piscinas torna esverdeada a coloração da água.

10)

A tirinha cita os componentes biológicos relacionados a
A) lipídeos e carboidratos.
B) vitaminas e sais minerais.
C) ácidos nucleicos e proteínas.
D) lipídeos e proteínas.
E) sais minerais e ácidos nucleicos.

11) Associando os principais hormônios envolvidos no controle da digestão com os órgãos do sistema digestório humano indicados por números na figura abaixo, pode-se inferir que

A) a secretina atua em 4 e 5.
B) a colecistoquinina atua em 1 e 4.
C) a gastrina atua em 1 e 2.
D) a pancreozimina atua em 2 e 3.
E) o inibidor gástrico atua em 1 e 5.

12) CIENTISTAS ESTUDAM FUNGOS DA ANTÁRTICA  EM BUSCA DE MEDICAMENTO CONTRA DENGUE
Cientistas mineiros estudam fungos da Antártica em busca de substâncias que possam servir para elaboração de medicamentos contra o vírus da dengue. O projeto Micologia Antártica ou simplesmente MycoAntar está realizando testes com mais de 5 mil extratos de substâncias obtidas. Dois deles já demostraram potencial para dar origem a antivirais para humanos, pois foram capazes de inibir o vírus da dengue com baixa toxicidade.

Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/pesquisa-e-inovacao/noticia/2017-05/cientistas-estudam-fungos-da-antartica- em-busca-de-medicamento>.
Acesso em: 2 de agosto de 2017.

Sobre os seres vivos destacados no texto, pode-se inferir que
A) apresentam parede celular constituída de uma proteína denominada de quitina e apresentam uma nutrição heterotrófica por absorção.
B) algumas espécies são parasitas, vivendo à custa de animais e de plantas vivos; há espécies que vivem em associações harmoniosas com outros organismos.
C) seus principais representantes são os bolores, os cogumelos, as orelhas-de-pau e as leveduras; são procarióticos e heterotróficos.
D) foram, no passado, considerados plantas degeneradas, que haviam perdido a clorofila e a capacidade de realizar fotossíntese; esse foi o motivo de, nas classificações mais antigas, eles terem sido incluídos no reino dos protozoários.
E) atualmente são conhecidas mais de 70 mil espécies e, a cada ano, são descritas entre 1,5 e 2 mil novas espécies; estimativas conservadoras calculam que é mais 1,5 milhão o número de espécies viventes, número só superado pelo de espécies de cordados.

13) MOLUSCOS SÃO USADOS PARA MEDIR  POLUIÇÃO DE INCINERADOR NA RÚSSIA
Cientistas ligaram sensores de movimento e cardíacos aos moluscos. Foram usados indivíduos de espécie da África Subsaariana.
Disponível em: <http://g1.globo.com/natureza/noticia/2011/01/moluscos-sao-usados-para-medir-poluicao-de-incinerador-na-russia.html>.
Acesso em: 2 de agosto de 2017.

Sobre os animais citado no texto, pode-se inferir que
A) apresentam sistema nervoso composto de alguns pares de gânglios nervosos, nos quais se concentram os corpos das células nervosas.
B) apresentam reprodução assexuada, podendo ocorrer desenvolvimento direto ou indireto de acordo com a espécie.
C) sua excreção é realizada por metanefrídios, existe um par destes por segmento corporal e tubo digestório incompleto.
D) não possui sistema circulatório, razão pela qual o alimento é distribuído pelo intestino ramificado a todas as células do corpo.
E) possuem sistema nervoso central formado por um anel e filetes nervosos que percorrem o corpo todo através de ramificações

Ilustração para responder às questões 14 e 15.

14)  A ilustração representa o ciclo de vida do
A) Ancylostoma duodenale, classificado como um nematódeo ectoparasita.
B) Schistosoma mansoni, classificado como um cestódeo endoparasita.
C) Ancylostoma duodenale, classificado como um nematódeo endoparasita.
D) Schistosoma mansoni, classificado como um trematódeo endoparasita.
E) Ascaris lumbricoides, classificado como um cestódeo ectoparasita.

15) No ciclo de vida ilustrado, os números 1 e 3 correspondem, respectivamente, ao
A) hospedeiro intermediário e ao hospedeiro definitivo.
B) hospedeiro definitivo e ao hospedeiro intermediário.
C) hospedeiro intermediário e ao agente causador.
D) hospedeiro definitivo e ao agente causador.
E) hospedeiro intermediário e ao agente transmissor.

16) Considere a seguinte célula.

Com relação às células que irão surgir da divisão de I, II e III, pode-se afirmar que as de
A) I e II serão haploides.
B) I e III serão diploides.
C) II e III serão haploides.
D) II e III serão diploides.
E) I e III serão haploides.

RESOLUÇÃO:
09) A questão exige, unicamente, uma leitura do texto, segundo o qual  foi detectada a presença de urina em piscinas e jacuzzis testadas com um tipo de adoçante sintético derivado de potássio como base.
Resp.: D

10) Os cromossomos são constituídos basicamente por DNA + proteínas. As enzimas usadas para cortar os cromossomos (endonucleases) também são proteínas.
Resp.: C

11) O hormônio secretina inibe a secreção gástrica no estômago (2), reduz a motilidade intestinal; estimula a secreção pancreática (1) e a produção de bile (em 3).
A colecistoquinina estimula a liberação de bile pela vesícula biliar (4) e estimula o pâncreas a liberar suas enzimas (1).
A gastrina atua sobre as células da mucosa estomacal (2), estimulando a liberação de suco gástrico.
A pancreozimina é a colecistoquinina (forte atuação em 1 e em 4).
O hormônio inibidor gástrico atua inibindo a atividade do estômago (2).
Resp.: B

12) Os fungos são seres eucariotos (unicelulares / pluricelulares), com parede celular à base de quitina (polissacarídio) e apresentam glicogênio como principal substância de reserva.
Várias espécies são parasitas de plantas e de animais, enquanto outras vivem harmonicamente com outras espécies, como os fungos que formam micorrizas.
Resp.: B

13) Os moluscos são animais triblásticos, celomados, protostômios, com sistema digestório completo. O sistema nervoso desses animais é do tipo ganglionar ventral. A maioria dos moluscos tem dois gânglios cerebroides na região da cabeça que controlam a maioria das atividades corporais. Na região dorsal, existem os gânglios viscerais que controlam as vísceras, e na região ventral, os gânglios pedais, que controlam as atividades do pé ventral.
Resp.: A

14) A figura representa o ciclo biológico do Schistosoma mansoni, um verme platelminto, da Classe Trematoda.
Resp.: D

15) O homem (1) é o hospedeiro definitivo do Schistosoma mansoni, enquanto o caramujo Biomphalaria (3) é o hospedeiro intermediário do verme.
Resp.: B

16) Em I tem-se a anáfase I da meiose (migração de cromossomos duplos para os polos da célula); logo, as células que irão surgir dessa divisão serão haploides.
Em II tem-se a anáfase II da meiose (migração de cromossomos simples, sem pares de homólogos) para os polos da célula; as células-filhas resultantes dessa divisão são haploides.
Em III tem-se uma anáfase mitótica, que resultará em células-filhas diploides.
Resp.: A

VEJA TAMBÉM:
Unichristus 2018 específica – questões de biologia resolvidas – parte 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.