Prova comentada – SIS 2016 – 3ª etapa

Confira resolução da UEA 2016 – 3ª etapa

01)  Em vários pontos de uma placa de Petri com meio de cultura, um pesquisador semeou um determinado tipo de micro-organismo, chamado de A. Na sequência, semeou em um ponto específico da placa de Petri um segundo tipo de micro-organismo, chamado de B. Passados alguns dias, o pesquisador observou que os micro-organismos do tipo A haviam crescido por toda a área do meio de cultura, exceto à volta da área de crescimento do micro-organismo B.
É correto afirmar que os micro-organismos do tipo A e os micro-organismos do tipo B são, respectivamente,
A) bactérias e fungos, e o não crescimento do micro-organismo A na área ao redor de B é devido à produção de substâncias químicas pelo micro-organismo B.
B) bactérias e fungos, e o não crescimento do micro-organismo A na área ao redor de B é devido à produção de anticorpos pelo micro-organismo B.
C) bactérias e vírus, e o não crescimento do micro-organismo A na área ao redor de B é devido à infecção de A por B, uma vez que estes últimos são parasitas intracelulares.
D) fungos e bactérias, e o não crescimento do micro-organismo A na área ao redor de B é devido à fagocitose exercida pelas células do micro-organismo B.
E) bactérias e vírus, e o não crescimento do micro-organismo A na área ao redor de B é devido à ação lítica do micro-organismo B sobre as células do micro-organismo A.

02) A maioria das doenças sexualmente transmissíveis pode ser prevenida com o uso do preservativo masculino (camisinha) durante a relação sexual. Contudo, uma vez adquirida a DST, apesar de algumas serem de difícil cura, há tratamentos que amenizam os sintomas ou podem evitar a progressão da doença. O tipo de tratamento depende do agente infeccioso causador da DST. O tratamento com antibióticos é recomendado nos casos de
A) aids e cancro mole.
B) cancro mole e herpes genital.
C) gonorreia e herpes genital.
D) aids e gonorreia.
E) cancro mole e sífilis.

03) Observe o cartaz de publicidade de uma empresa de controle de pragas urbanas.

Com relação à classificação taxonômica dos animais representados no cartaz, é correto afirmar que
A) todos são da classe Insecta, embora nem todos sejam do filo Arthropoda.
B) todos são do filo Arthropoda, embora nem todos sejam da classe Insecta.
C) cinco deles são da classe Insecta e, do restante, dois não são do filo Arthropoda.
D) seis deles são da classe Insecta e, entre estes, um não é do filo Arthropoda.
E) cinco deles são do filo Arthropoda e, do restante, dois não são da classe Insecta.

04) Algumas adaptações permitiram aos répteis a conquista definitiva do ambiente terrestre. Outras adaptações permitiram às aves e aos mamíferos distribuírem-se por praticamente todas as regiões do planeta.
Uma característica que está presente nas aves, mas não nos répteis; uma característica presente nos mamíferos, mas não nas aves; e uma característica comum aos répteis, aves e mamíferos são, respectivamente,
A) endotermia, diafragma e âmnio.
B) coração com quatro câmaras, glândula mamária e endotermia.
C) sacos aéreos, fecundação interna e diafragma.
D) âmnio, coração com quatro câmaras e fecundação interna.
E) endotermia, âmnio e coração com quatro câmaras.

04) Observe os membros locomotores do tubarão, do golfinho, do morcego e da ave representados na figura.

No que se refere aos conceitos de homologia e analogia, é correto afirmar que os membros anteriores de
A) tubarões e golfinhos são homólogos, têm a mesma função, o nado, e origem embrionária diferente.
B) tubarões e morcegos são análogos, têm diferentes funções, o nado e o voo, e mesma origem embrionária.
C) golfinhos e morcegos são homólogos, têm diferentes funções, o nado e o voo, e mesma origem embrionária.
D) golfinhos e aves são análogos, têm diferentes funções, o nado e o voo, e mesma origem embrionária.
E) morcegos e aves são homólogos, têm a mesma função, o voo, e origem embrionária diferente

06) Leia o trecho do livro A origem das espécies, no qual três fragmentos foram destacados entre colchetes.

[Pode-se ainda perguntar como é que as variedades, que eu chamo espécies nascentes, acabaram por se converter em espécies verdadeiras e distintas, as quais, na maior parte dos casos, diferem evidentemente muito mais umas das outras que as variedades de uma mesma espécie?]1

[Todos estes efeitos procedem de uma causa: a luta pela existência. Devido a esta luta, as variações, por mais fracas que sejam e seja qual for a causa de onde provenham, tendem a preservar os indivíduos de uma espécie e transmitem-se ordinariamente à descendência logo que sejam úteis a esses indivíduos nas suas relações infinitamente complexas com os outros seres organizados e com as condições físicas da vida.]2

Os descendentes terão, por si mesmo, em virtude deste fato, maior probabilidade em persistir; [porque, dos indivíduos de uma espécie nascidos periodicamente, um pequeno número pode sobreviver.]3

(Charles Darwin. A origem das espécies, 1859. Adaptado.)

Uma referência à Seleção Natural; uma dedução feita por Darwin a partir da leitura dos trabalhos de Malthus sobre crescimento populacional e produção de alimentos; e uma referência à especiação estão presentes, respectivamente, nos fragmentos
A) 1, 2 e 3.
B) 1, 3 e 2.
C) 2, 3 e 1.
D) 3, 1 e 2.
E) 3, 2 e 1.

07) A pupunheira (Bactris gasipaes) é uma palmeira de clima tropical em que todas as partes podem ser aproveitadas, embora sejam mais importantes economicamente os frutos e o palmito. A pupunheira apresenta uma série de vantagens para produção de palmito em relação às outras palmeiras nativas como o açaí (Euterpe oleracea) e a juçara (Euterpe edulis), que são exploradas de forma extrativista e por isso apresentam restrições legais e risco de extinção.

(https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br. Adaptado.)

Parece juçara, mas é açaí. A “juçara” que todos os maranhenses conhecem é, na verdade, açaí. O que a gente tem no Maranhão é a Euterpe oleracea que todo o Brasil conhece como açaí. O único lugar do Brasil que o nome comum do açaí é juçara é no Maranhão. O açaí (Euterpe oleracea) é a palmeira encontrada em estados da região Norte do país, de clima amazônico, e em alguns estados da região Nordeste. Já a juçara (Euterpe edulis) é a palmeira encontrada em parte do Cerrado e em toda a Mata Atlântica.

(http://imirante.com. Adaptado.)

Verifica-se nos textos transcritos menção a
A) três espécies de dois gêneros de angiosperma.
B) duas espécies de dois gêneros de angiosperma.
C) duas subespécies de uma única espécie de angiosperma.
D) três espécies de um único gênero de gimnosperma.
E) uma única espécie de dois gêneros de gimnosperma.

08) A doença só é encontrada na América Latina. Muitas vezes na fase inicial a doença não apresenta sintomas, mas quando aparecem podem ser febre, mal-estar, falta de apetite, dor ganglionar, inchaço ocular e aumento do fígado e baço, entre outros. Atualmente, os casos têm ocorrido principalmente na região amazônica, devido à ingestão de alimentos contaminados com o parasita causador da doença. Nas outras regiões, a principal forma de transmissão era a vetorial, quando o inseto transmissor infestava e colonizava o interior dos domicílios. Hoje, essa forma de transmissão está interrompida, ocorrendo casos de maneira esporádica. A estimativa é que no Brasil há entre 2 e 3 milhões de pessoas com a doença.

(“Doenças do século 19 ainda são desafios para a saúde pública”.
http://memoria.ebc.com.br, 2013. Adaptado.)

A doença, o parasita e o inseto aos quais o texto se refere são, respectivamente,
A) a Leishmaniose, o Leishimania brasiliensis e o Lutzomya longipalpis.
B) a malária, o Trypanosoma cruzi e o Anopheles
C) a malária, o Plasmodium falciparum e o Lutzomya longipalpis.
D) a doença de Chagas, o Triatoma infestans e o Anopheles
E) a doença de Chagas, o Trypanosoma cruzi e o Triatoma infestans.

RESOLUÇÃO:
01) Os fungos produzem substâncias que inibem o desenvolvimento de bactérias – os antibióticos (relação ecológica chamada de amensalismo). Assim, os micro-organismos indicados por A são bactérias e os micro-organismos indicados por B são fungos.
Resp.: A

02) Os antibióticos são usados no combate a infecções causadas por bactérias, como o cancro mole (causada pela Hemophyllus ducreyi) e a sífilis (causada pelo Treponema pallidum).
Resp.: E

03) Embora possa haver dúvida quanto a algum organismo na figura, é possível resolver a questão conhecendo-se a hierarquia das categorias taxonômicas. Se os organismos pertencem à Classe Insecta, obrigatoriamente, pertencem ao filo Arthropoda (a classe Insecta está dentro do filo Arthropoda); dessa forma, eliminam-se as alternativas A, B, D e E.
Resp.: C

04) Répteis, aves e mamíferos são animais amniotas (possuem âmnio à uma importante adaptação à vida em ambiente terrestre).  Aves e mamíferos são animais endotérmicos.
Já os mamíferos possuem diversas características exclusivas, como presença de pelos, de glândulas mamárias, de glândulas sudoríparas, de diafragma, de hemácias anucleadas e de ouvido interno com 3 ossículos.
Resp.: A

05) Órgãos homólogos são aqueles que apresentam a mesma origem embrionária, podendo apresentar (ou não) a mesma função. A ocorrência de homologia é uma evidência evolutiva, indicando ancestralidade comum.
Resp.: C

06)
O trecho 1 faz menção à especiação (Pode-se ainda perguntar como é que as variedades, que eu chamo espécies nascentes, acabaram por se converter em espécies verdadeiras e distintas…)
O trecho 2 faz referência à seleção natural (…as variações, por mais fracas que sejam e seja qual for a causa de onde provenham, tendem a preservar os indivíduos de uma espécie e transmitem-se ordinariamente à descendência…)
O trecho 3 faz referência aos trabalhos de Malthus sobre crescimento populacional (…porque, dos indivíduos de uma espécie nascidos periodicamente, um pequeno número pode sobreviver).
Resp.: C

07) Tanto a pupunheira como o açaí e a juçara são plantas pertencentes ao grupo das dicotiledôneas. No caso acima, há dois gêneros citados (Bactris e Euterpe) e três espécies (Bactris gasipaes; Euterpe oleracea e Euterpe edulis).
Resp.: A

08) A descrição corresponde à tripanossomíase chagásica (doença de Chagas), uma doença causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitido ao ser humano pelas fezes do barbeiro (gêneros: Triatoma, Panstrongylus e Rhodnius).
Resp.: E

Veja também:
Prova comentada da Udesc 2018 – parte 2
Prova comentada da Udesc 2018 – parte 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *