Unifeso 2018 – parte 2

Unifeso 2018 resolvida – parte 2

06) A ação do vírus HIV provoca alterações na concentração do próprio vírus, dos linfócitos T8 (ou células CD8+), dos linfócitos T4 (ou células CD4+) e dos anticorpos contra o HIV no soro de indivíduos infectados.
O gráfico a seguir mostra essas alterações, durante as 12 semanas após a infecção até 10 anos depois.

Com base nos dados fornecidos pelo gráfico, assinale a opção que indica a melhor explicação para a rápida redução na concentração do vírus HIV durante o período de 6 a 12 semanas após a infecção.
A) O HIV sofre rápidas mutações.
B) A taxa de replicação do vírus aumenta.
C) O sistema imune elimina a maior parte dos vírus HIV.
D) Muitas células T4 são destruídas.
E) O RNA (ARN) é usado para produzir DNA (ADN).

07) O heredograma a seguir mostra um caso de herança do daltonismo (dificuldade de distinguir certas cores), determinado por um gene recessivo ligado ao cromossomo X.

De acordo com o heredograma, o gene determinante do daltonismo chegou ao indivíduo 8 vindo de
A) 5, apenas.
B) 6, apenas.
C) 5 e 6.
D) 5 e 1.
E) 1, 2 e 5.

08) Para verificar a influência de nitrato e fosfato na produtividade de plantas, foi feito um experimento com plantas de uma mesma espécie submetidas às mesmas condições, diferindo apenas quanto às substancias adicionadas, conforme a tabela a seguir:

Os resultados do experimento estão representados no gráfico a seguir.

A análise dos dados obtidos deixa claro que
A) nas plantas do grupo controle (1), a produtividade é inibida por fosfato.
B) nas plantas do grupo controle (1), a produtividade é inibida tanto por nitrato quanto por fosfato.
C) a produtividade é inibida pela presença de fosfato, se a quantidade de nitrato for abundante.
D) a produtividade é inibida pela presença de fosfato, se a quantidade de nitrato for pequena.
E) a produtividade não é influenciada pela presença de fosfato.

09) Alguns organismos apresentam genes que melhoram sua capacidade de sobrevivência e de reprodução. Se esses genes também auxiliarem seus descendentes na sobrevivência e na reprodução, devem também provocar um aumento
A) no número desses genes em seus portadores.
B) no número desses genes no genoma da espécie.
C) no número desses genes nos cromossomos.
D) na frequência desses genes nos genomas dos indivíduos da população.
E) na frequência desses genes na população.

10) Quanto ao produto de secreção, as glândulas podem ser consideradas exócrinas ou endócrinas.
Com relação a essas últimas, assinale a afirmativa correta.
A) O pâncreas produz o suco pancreático que age na digestão de diversos alimentos.
B) As glândulas da parede do estômago produzem gastrina que estimula a produção de suco gástrico.
C) As glândulas salivares produzem saliva que é lançada no interior da boca.
D) Os testículos produzem testosterona que é lançada no interior do duto espermático.
E) O fígado produz bile que é lançada no interior do duodeno.

Resolução:
06) Durante o período de 6 a 12 semanas o sistema imune responde fortemente à entrada do antígeno, provocando uma queda acentuada na taxa do vírus.
Resp.: C

07) O indivíduo 8 tem genótipo XdY. Ele recebeu o alelo para daltonismo (Xd) de sua mãe, visto que seu pai (6) contribuiu com o cromossomo Y. Por outro lado, sua mãe (5) herdou o gene da mãe dela (1), uma vez que o pai dela (indivíduo 2) é normal; logo, a mulher 1 é heterozigota (XDXd).
Resp.: D

08) Analisando a tabela e os resultados apresentados no gráfico, constata-se que o fosfato tem ação inibidora sobre a produtividade (a produtividade é menor no gráfico em que foi adicionado somente o fosfato). Contudo, se  for adicionado nitrato junto ao fosfato, a produtividade aumenta, como mostra o grupo 4.
Resp.:  D

09) Se os descendentes também forem beneficiados com tais genes, eles deixarão mais descendentes e, consequentemente, a frequência do gene na população daquela espécie irá aumentar.
Resp.: E

10) O produto de secreção das glândulas endócrinas são os hormônios. O suco pancreático é uma secreção exócrina do pâncreas (que é uma glândula mista).
A gastrina é um hormônio produzido pelas glândulas parietais do estômago, e tem a função de estimular a produção de suco gástrico.
As glândulas salivares são glândulas exócrinas; a testosterona não é lançada no duto espermático e a bile não é hormônio.
Resp.: B

Veja também:
Resolução da prova de biologia da Unifeso 2018 – parte 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *