Questão resolvida sobre poluição de rio por rejeito de barragem, da PUC MG

(PUC-MG/2019) A degradação da água do rio Paraopeba e de suas margens que receberam a lama de rejeitos minerais provenientes do rompimento da barragem em Brumadinho vai produzir alterações significativas na fauna, flora e qualidade da água, como perda de biodiversidade, mortandade de peixes e répteis, inviabilização de sistemas de abastecimento de água e migração de espécies animais. A contaminação do rio pelos rejeitos da mina pode ser percebida facilmente pelo aumento da turbidez das águas.

A presença de uma grande quantidade de material em suspensão nas águas dos rios afetados causou a imediata mortandade de peixes e inviabiliza a captação e tratamento da água para consumo humano. Além disso, outros componentes químicos como metais pesados podem estar presentes na água e podem ser transportados a longas distâncias pelo rio Paraopeba e posteriormente pelo rio São Francisco. É necessário o exame da presença de metais pesados nos rejeitos e seu monitoramento ao longo desses rios para evitar o consumo e uso de águas contaminadas nos próximos anos. Um novo surto de febre amarela na região de influência do rio Paraopeba não pode ser descartado, assim como aconteceu após o desastre de Mariana em 2015, e esse surto deve coincidir com o período de verão e outono, quando a transmissão do vírus em áreas silvestres e rurais é mais intensa.
A esse respeito, foram feitas as seguintes afirmações:

I. Os rejeitos minerais provocaram a eutrofização das águas, produzindo grande crescimento de micro-organismos e mortandade de peixes e répteis.
II. O surto de febre amarela pode ser consequência da degradação do ecossistema aquático e das margens do rio Paraopeba, afetando o comportamento de reservatórios e a proliferação de vetores.
III. Embora a água não possa ser utilizada para consumo humano e de animais domésticos, seu uso para irrigação agrícola não traz nenhuma consequência para as plantas que retiram do solo somente sais minerais.
IV. A turbidez da água deve afetar profundamente a produtividade primária e toda uma cadeia alimentar que dela depende.
V. Metais pesados, por não serem biodegradáveis e sendo dificilmente excretados, podem se acumular ao longo da cadeia alimentar.
São afirmações CORRETAS:
A) I, III e V.
B) II, IV e V.
C) I, II e IV
D) II, III, IV

RESOLUÇÃO:
Os itens I e III estão incorretos.
I) Os rejeitos presentes na lama são íons inorgânicos que não estão associados à reprodução de micro-organismos e de algas; a eutrofização é consequência da presença de matéria orgânica e de íons como nitrato e fosfato.
III) As plantas absorvem íons dissolvidos em água. Há absorção de íons essenciais às plantas e de íons que podem ser prejudiciais ao crescimento vegetal.  Além disso, haverá contaminação do produto com a própria água de irrigação.
Resp.: B

VEJA TAMBÉM:
Questão resolvida sobre rompimento de barragem, da PUC-PR 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.