Resumo sobre pirâmides ecológicas

Confira resumo sobre Pirâmides ecológicas

As pirâmides ecológicas são representações dos níveis tróficos de um ecossistema, por meio de retângulos. O tamanho do retângulo é proporcional ao número de indivíduos, à biomassa ou à energia acumulada em cada nível trófico. Dessa forma, há 3 tipos de pirâmides ecológicas:

* Pirâmide de números:  Indica o número de indivíduos em cada nível trófico, sem se preocupar com a dimensão de cada indivíduo. Como a quantidade de energia diminui ao longo da cadeia alimentar, é de se esperar que o número de indivíduos diminua em cada nível trófico à medida que se afasta dos produtores.
A pirâmide de números pode ser normal (base larga e ápice mais estreito), invertida ou irregular.
Exemplo (pirâmide de números normal):
10.000 pés de capim → 250 gafanhotos → 20 pássaros

Pirâmide de número (normal)

Agora, uma pirâmide de números invertida:
5 árvores → 12 macacos  → 80 piolhos

Pirâmide de número (invertida)

* Pirâmide de biomassa:
Expressa a quantidade de matéria orgânica no corpo dos seres vivos de determinado nível trófico, em um dado momento. De um modo geral, a biomassa é expressa em peso seco por unidade de área (ex.: g/m2). Para se determinar a biomassa de um pasto, colhendo-se todas as plantas que lá se encontram e colocando-as em uma estufa para que sejam desidratadas. A massa seca obtida é então pesada e o valor encontrado é dividido pela área.
De um modo geral, a pirâmide de biomassa é normal.
Contudo, em certas situações ela pode apresentar-se invertida. É o que ocorre, por exemplo, em ecossistemas aquáticos, para a cadeia alimentar:
fitoplâncton → zooplâncton.
Como a pirâmide de biomassa não leva em conta o fator tempo, em certo momento, a biomassa de fitoplâncton é menor que a do zooplâncton. Isso acontece porque o fitoplâncton tem uma taxa reprodutora muito rápida quando comparada à do zooplâncton. Então, em certo momento, devido à predação, a biomassa do fitoplâncton pode apresentar-se menor que a do zooplâncton.

Pirâmide de biomassa invertida

Contudo, em pouco tempo, devido à rápida reprodução, a massa do fitoplâncton torna-se maior que a do zooplâncton.
Um raciocínio semelhante vale para a pirâmide de biomassa capim → bois. Em um dado momento, a biomassa dos bois em um pasto pode ser maior que a biomassa dos capins daquele pasto.

* Pirâmide de energia: Indica a quantidade de energia armazenada na biomassa de cada nível trófico, de determinada área, em um determinado intervalo de tempo (unidade muito empregada: kcal/m2/ano). Como considera o fator tempo, a pirâmide de energia indica a produtividade de um ecossistema.
Como a quantidade de energia sempre diminui de um nível trófico para outro, a pirâmide de energia nunca é invertida.
Estima-se que apenas 10% da energia adquirida por certo nível trófico fica disponível para o nível trófico seguinte.
Dessa forma, quando uma pessoa se alimenta de vegetais, adquire cerca de 10% da energia fixada por aquelas plantas, em certa unidade de tempo.
Por outro lado, quando se alimenta de bois, adquire somente cerca de 1% da energia adquirida pelas plantas (10% de 10%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *