UFRR 2020 – resolução da prova seriada etapa 3

UFRR – ETAPA 3 – 2020

01)  Dentre os cerca de 290 agrotóxicos aprovados em 2019 pelo Ministério da Agricultura encontra-se o herbicida atrazina, usado em plantações de milho e cana-de-açúcar para o controle de ervas daninhas. O herbicida é um inibidor da fotossíntese que age bloqueando o transporte de elétrons provenientes da fotólise da água no fotossistema II e causando a morte das plantas invasoras.

Em relação à ação do herbicida atrazina, é INCORRETO afirmar que ela:

A) inibe reações que ocorrem na fase clara.
B) inibe a clorofila impedindo a absorção de luz pelos elétrons.
C) causa interrupção da fixação de carbono na fase escura.
D) causa interrupção da produção de NADPH na fase clara.
E) causa interrupção da produção de açúcares na fase escura.

02) A membrana plasmática e todas as membranas dentro da célula consistem em uma combinação de lipídios e proteínas com uma pequena quantidade de carboidratos.
A razão entre proteínas e lipídios varia amplamente, dependendo da origem da membrana.

Considerando as funções da membrana plasmática e as informações da tabela, assinale a alternativa CORRETA.

A) A maior porcentagem de lipídios na mielina reduz a velocidade da passagem do impulso nervoso ao longo do axônio.
B) Uma maior porcentagem de proteínas indica membranas metabolicamente mais ativas.
C) A menor porcentagem de proteínas na mielina reduz a difusão simples de moléculas ao longo do axônio.
D) Os glicídios presentes na membrana do eritrócito estão associados ao transporte de oxigênio pela hemoglobina.
E) Os glicídios das membranas têm a função de facilitar a difusão de moléculas hidrofílicas.

03) “Os nucléolos são estruturas nucleares esféricas não envolvidas por membrana presentes em células eucariontes. O tamanho dos nucléolos está, em geral, relacionado com a intensidade da síntese proteica. As células que sintetizam proteínas ativamente têm nucléolos maiores que outros tipos celulares.”

(Junqueira, L. C. E Carneiro, J. Biologia celular e molecular.)

Em relação aos nucléolos assinale a alternativa CORRETA.

A) Nos nucléolos ocorre condensação de um dos cromossomos X, formando a cromatina sexual.
B) Os nucléolos participam ativamente da síntese de proteínas do núcleo.
C) Os nucléolos são duplicados na primeira fase da mitose.
D) Nos nucléolos ocorre transcrição de RNA ribossômico a partir do DNA.
E) Os nucléolos são responsáveis pela transcrição do RNA mensageiro a partir do DNA.

04) A enzima pepsina atua no estômago digerindo proteínas e parte dela acompanha o alimento na passagem para o intestino. No intestino delgado outra protease se junta ao processo de digestão, a tripsina.
Considere o gráfico da velocidade de reação das duas enzimas, apresentado a seguir, e assinale a alternativa CORRETA:

A) A ação da tripsina no intestino reforça a ação da pepsina que continua atuando, embora em menor quantidade.
B) Tanto a tripsina quanto a pepsina atuam no intestino, porém quebrando proteínas diferentes, graças à especificidade das enzimas.
C) A tripsina não atua no estômago, pois neste é secretada na forma inativa de tripsinogênio, sendo ativada apenas no intestino.
D) Pepsina e tripsina são secretadas pelo pâncreas, porém a pepsina só atua em meio ácido e a tripsina em meio básico.
E) A tripsina presente no intestino continua a digestão das proteínas, enquanto a pepsina é desativada nesse ambiente.

05) Estima-se que, no mundo, 80 a 100 milhões de pessoas dependem da atividade de mineração para sobreviver. Os garimpeiros artesanais podem ser considerados como o grupo populacional mais diretamente exposto ao mercúrio, tendo como principal via de exposição a inalação do vapor de mercúrio metálico. A exposição crônica e sucessiva dos trabalhadores ao mercúrio pode levar ao quadro de Mercurialismo, marcado por diversas manifestações neuropsiquiátricas como psicose, alucinações, tendências suicidas e alterações cognitivas.

(Texto adaptado de: Bueno, PC et al. Exposição humana a mercúrio: subsídios para o fortalecimento das ações de vigilância em saúde. Cad. Saúde Colet., 2011, Rio de Janeiro, 19 (4): 443-7)

Para levar ao quadro clínico descrito no texto acima, o mercúrio, imediatamente após ser inalado, deve atravessar as seguintes estruturas, na ordem apresentada:

A) capilares, veias pulmonares, átrio esquerdo, ventrículo esquerdo, aorta, sistema nervoso.
B) pulmão, artéria pulmonar, átrio direito, ventrículo direito, aorta, sistema nervoso.
C) capilares, veias cavas, átrio direito, ventrículo direito, artéria pulmonar, sistema nervoso.
D) veias cavas, pulmão, artéria pulmonar, átrio esquerdo, ventrículo esquerdo, sistema nervoso.
E) pulmão, aorta, átrio esquerdo, ventrículo esquerdo, veia pulmonar, sistema nervoso.

06) Rios aéreos são imensas massas de vapor d’água que, levadas por correntes de ar, viajam pelo céu e respondem por grande parte da chuva que cai em várias partes do mundo.
Estima-se em 200 milhões de litros por segundo o volume de vapor de água que evapora da Floresta Amazônica e é transportado pelos rios aéreos da região.
Esse volume de água, embora invisível, tem a mesma ordem de grandeza da vazão do rio Amazonas.
Estudos promovidos pelo INPA já mostraram que uma árvore com copa de 10 metros de diâmetro é capaz de bombear para a atmosfera mais de 300 litros de água, em forma de vapor, em um único dia – ou seja, mais que o dobro da água que um brasileiro usa diariamente!

https://riosvoadores.com.br/o-projeto/fenomeno-dos-rios-voadores.
Acesso em 9/9/2019. [Texto adaptado]

A enorme quantidade de água perdida diariamente pelas árvores da floresta por transpiração é reposta continuamente pelas raízes e transportada para as folhas.
De acordo com a teoria da tensão-coesão a energia necessária para manter esse movimento ascendente de água e nutrientes até as grandes alturas de árvores da floresta provém

A) do consumo de ATP produzido durante a fotossíntese.
B) das reservas de carboidratos consumidos durante a respiração celular.
C) da energia solar, sem gasto de energia pela planta.
D) do transporte ativo de água realizado pelas raízes.
E) da energia luminosa absorvida pela molécula de clorofila.

Leia o texto a seguir e responda as questões 07 e 08.

“Ao contrário de outros ecossistemas, como o Cerrado, a Amazônia não evoluiu com o fogo e esse não faz parte de sua dinâmica. Isso significa que quando a Amazônia pega fogo, uma parte imensa de suas árvores morre, porque elas não têm nenhum tipo de proteção ao fogo. Ao morrerem, essas árvores então se decompõem liberando para a atmosfera todo o carbono que elas armazenavam. O problema nisso é que a Amazônia armazena carbono pra caramba nas suas árvores, a floresta inteira estoca o equivalente a 100 anos de emissões de CO2 dos EUA, então queimar a floresta significa colocar muito CO2 de volta na atmosfera.”

https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/erika-berenguer-incendiosna-floresta-amazonica-nao-ocorrem-de-maneira-natural-e-preciso-quealguem-taque-o-fogo.html.
Acesso em 09/09/2019. [Texto Adaptado].

07) O texto aborda uma das consequências da destruição da floresta Amazônica pelas queimadas. Um impacto ambiental relacionado a essa questão é:
A) a diminuição do O2
B) a magnificação trófica.
C) o aquecimento global.
D) a eutrofização.
E) a salinização do solo.

08) O texto menciona um bioma que evoluiu com o fogo. São adaptações desse bioma relacionadas ao fator abiótico relatado no texto, EXCETO:
A) caules tortuosos.
B) caules com acúmulo de súber.
C) gramíneas com gemas protegidas.
D) caules subterrâneos.
E) folhas modificadas em espinhos.

09) A Síndrome de insensibilidade androgênica (AIS em inglês), ou Síndrome de Morris, é uma condição cuja herança está ligada ao cromossomo X. É caracterizada pela incapacidade parcial ou total da célula para responder aos andrógenos como a testosterona. Esta falta de resposta da célula prejudica ou impede o desenvolvimento do pênis no feto, bem como o desenvolvimento de características sexuais secundárias em indivíduos geneticamente masculinos na puberdade, mas não prejudica o desenvolvimento de características sexuais femininas.

https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_insensibilidade_a_andr%C3%B3genos. Acesso em 09/09/2019.

Os indivíduos relatados no texto são:
A) Geneticamente XY e fenotipicamente mulheres.
B) Geneticamente XX e fenotipicamente mulheres.
C) Geneticamente XXY e fenotipicamente homens.
D) Geneticamente XY e fenotipicamente homens.
E) Geneticamente X0 e fenotipicamente mulheres.

RESOLUÇÃO:
01)  Ao interromper o transporte de elétrons provenientes da fotólise da água no fotossistema II, haverá uma interrupção da fotofosforilação acíclica e, consequentemente, não haverá produção de NADPH, indispensável à ocorrência do ciclo de Calvin (fase escura, onde ocorre a produção de açúcares).
Pela imagem percebe-se que o herbicida atrazina não interfere na absorção de elétrons pelas clorofilas .

Resp.: B

02)  Uma maior quantidade de proteínas na membrana indica células metabolicamente muito ativas, visto que muitas das proteínas de membrana têm papel imprescindível no transporte de substâncias pela membrana.
Resp.: B

03) Os nucléolos são corpúsculos intranucleares, destituídos de membrana, onde ocorre armazenamento (e maturação) do RNA ribossômico. É em nível de nucléolos que se formam as subunidades ribossomais, responsáveis pela organização dos ribossomos (estruturas responsáveis pela síntese de proteínas, no citoplasma).
Resp.: D

04) A pepsina é uma enzima produzida pelo estômago e atua na digestão de proteínas em pH próximo de 2,0. A tripsina é uma enzima pancreática que atua sobre a digestão de proteínas, no duodeno, em pH em torno de 8,5.
Ambas são produzidas na forma inativa (a pepsina é produzida na forma de pepsinogênio e a tripsina é produzida na forma de tripsinogênio). O pepsinogênio é ativado na presença do suco gástrico e o tripsinogênio é ativado na presença da enzima enteroquinase, também chamada de enteropeptidase.
Resp.: E

05) Uma vez nos pulmões, os vapores de mercúrio atingem os capilares pulmonares e, através das veias pulmonares, chegam ao átrio esquerdo. Daí seguem para o ventrículo esquerdo e atingem a aorta. Através das carótidas (ramificação da aorta) o mercúrio chega ao cérebro.
Resp.: A

06) De acordo com a teoria da tensão-coesão-transpiração (teoria de Dixon), a transpiração que ocorre nas folhas é a principal responsável pela ascensão da água pelos tubos do xilema. A transpiração é a perda de água pela planta, na forma de vapor, que ocorre pelos estômatos, e é mais intensa nas horas mais claras do dia.
Resp.: C

07)
As queimadas liberam grande quantidade de CO2 para a atmosfera, um dos gases relacionados com o efeito estufa.
Resp.: C

08) Dentre as adaptações ao fogo, não se incluem as folhas modificadas em espinhos. Essa adaptação, característica de plantas da caatinga, é para evitar a perda excessiva de água. Nas plantas em que as folhas modificam-se em espinhos, os caules são fotossintetizantes (caule tipo cladódio) como ocorre, por exemplo, nas cactáceas.
Resp.: E

09) Como os indivíduos são geneticamente masculinos, possuem os cromossomos sexuais X e Y. Como nessa síndrome não há desenvolvimento das características sexuais secundárias em indivíduos geneticamente masculinos, mas não prejudica o desenvolvimento das características femininas, os indivíduos portadores da síndrome de Morris são fenotipicamente mulheres.
Resp.: A

VEJA TAMBÉM:
UFRR 2020 – resolução do PSS – etapa 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *