Copie a tag abaixo e cole-a entre as tags de todas as páginas do seu site google-site-verification=6rc-huWciP349Oc1oPC4nnUHwCwjzFDTuzY_HkpPJ3w

Resumo sobre soro e vacina – para Enem e vestibulares

RESUMO SOBRE SORO E VACINA – PREPARAÇÃO PARA ENEM E VESTIBULARES

VACINAS:

As vacinas são recursos usados na prevenção de doenças que consistem na introdução de antígenos no paciente, para estimular o desenvolvimento de anticorpos específicos contra aquele antígeno.

As vacinas:
* Contêm antígenos (bactérias mortas; toxinas neutralizadas; vírus atenuados; pedaços de vírus…);
*Estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos (proteínas do grupo das imunoglobulinas, que se ligam ao antígeno, facilitando sua eliminação pelo organismo).

Uma boa vacina (segura) deve:
* Induzir a produção de imunidade protetora;
* Ser segura (não pode causar doença ou morte);
* Apresentar bom nível de proteção (sem necessidade de dose de reforço);
* Ter baixo custo;
* Apresentar poucos efeitos colaterais.

Resposta imune primária e resposta imune secundária
Quando o indivíduo entra em contato com o antígeno pela primeira vez, ocorre produção de anticorpos (poucos anticorpos e um espaço de tempo mais longo) e formação de células B de memória. É a resposta imune primária.

Quando o indivíduo entrar em contato com o mesmo antígeno novamente, ocorre produção de grande quantidade de anticorpos e em curto intervalo de tempo – é a resposta imune secundária.

Ela é possível graças às células de memória produzidas.

Graficamente, tem-se:

Resposta imune ativa e resposta imune passiva:

Como na vacinação, o indivíduo é quem produz os anticorpos, fala-se em imunização ATIVA.

Na imunização PASSIVA o indivíduo recebe anticorpos prontos (produzidos por um animal de grande porte como, por exemplo, cavalo).

⇒ Quando a pessoa pega determinada doença fica imune a ela, como ocorre, por exemplo, com a rubéola, fala-se em imunização ativa natural.

SORO IMUNOLÓGICO:

Tipo de imunização quando se deseja resposta rápida do organismo.
Pessoa recebe anticorpos prontos (não há prazo para o sistema imunológico produzir anticorpos à pessoa picada por uma serpente peçonhenta).

O esquema abaixo mostra como pode ser produzido o soro imunológico.

Fonte: http://www.funeas.pr.gov.br/

Como a pessoa recebe os anticorpos prontos, na soroterapia tem-se uma imunização passiva.
Como não há formação de células de memória, a duração da imunização passiva é curta.
Assim, se uma pessoa que foi tratada e curada de uma picada de jararaca, caso seja picada novamente (por outra jararaca, terá de tomar soro novamente à soro antibotrópico).

“Bora” fazer uma questão discursiva sobre o assunto??? Acesse o link: https://biologiaresolvida.com.br/resumo/resumo-soro-vacina-enem-vestibulares/

0 comments… add one

Leave a Comment

Pular para a barra de ferramentas