Copie a tag abaixo e cole-a entre as tags de todas as páginas do seu site

Unesp 2019 – prova discursiva resolvida

UNESP 2019

01) O Batrachochytrium dendrobatidis é um fungo aquático considerado uma iminente ameaça aos anfíbios nas regiões tropicais. Esse fungo vive somente na pele dos anfíbios adultos e na boca dos girinos, alimentando-se de queratina e causando hiperqueratose, que é o espessamento da camada de queratina na pele. Porém, o B. dendrobatidis é capaz de sobreviver sem causar a doença em outras duas espécies, a rã-touro e a rã aquática africana.

(Vanessa K. Verdade et al. “Os riscos de extinção de sapos, rãs e pererecas em decorrência das alterações ambientais”. Estudos avançados, 2010. Adaptado.)

A figura mostra o ciclo de vida do fungo que tem os anfíbios como hospedeiros.

A) Que tipo de reprodução assexuada ocorre no ciclo de vida do B. dendrobatidis? Qual o papel ecológico da rã-touro ao abrigar o fungo na pele?

B) ) Que condição abiótica na pele dos anfíbios propicia a instalação e o crescimento do B.  dendrobatidis? Por que o espessamento da camada de queratina na pele compromete a sobrevivência dos anfíbios?

02)  A vacina de DNA é composta por um plasmídeo que carrega um gene de interesse que codifica um antígeno. A administração da vacina pode ser com seringa, via intramuscular, ou pelo sistema gene gun, que consiste no disparo sobre a pele de microesferas metálicas recobertas com os plasmídeos modicados. Uma vez na célula, o gene é expresso no plasmídeo.

A) De quais organismos os plasmídeos são obtidos? Que moléculas biológicas são empregadas no corte dos plasmídeos para a inserção do gene de interesse?

B) Por que é necessário que o plasmídeo modificado entre no núcleo da célula para que a vacina funcione e promova a resposta imunológica?

03) O Pezosiren portelli foi um mamífero quadrúpede terrestre, ancestral das espécies de peixe-boi atuais, que viveu há 50 milhões de anos. Há 23 milhões de anos, havia na Amazônia um braço de mar, o Lago Pebas, habitado por peixes-boi de água salgada. Há 8 milhões de anos, este braço de mar fechou-se e confinou os animais em um ambiente de água doce. Ao longo da evolução, estes animais originaram o atual peixe-boi-da-amazônia.

A) Comparando-se os esqueletos do portelli e do peixe-boi-da-amazônia, há semelhança na organização anatômica dos membros anteriores. Como são classificados estes órgãos quanto à origem embrionária? Por que esta comparação evidencia a divergência evolutiva entre o P. portelli e as espécies de peixe-boi atuais?

B) Justifique como o fechamento do braço de mar e o novo ambiente de água doce levaram à formação da espécie de peixe-boi na bacia do Rio Amazonas.

RESOLUÇÃO:
01) A) O tipo de reprodução assexuada que ocorre no fungo é a esporulação, que gera os esporos natantes (zoósporos).
A rã-touro acaba se comportando como um reservatório natural do fungo, pois, a população do fungo Batrachochytrium dendrobatidis pode aumentar na presença desta espécie.

B) O fator abiótico na pele dos anfíbios que propicia o desenvolvimento do fungo é a umidade, visto que a pele desses animais é úmida, para ocorrência das trocas gasosas.
Com o aumento da camada de queratina ocorre comprometimento das trocas gasosas e, consequentemente, da produção de ATP, essencial à sobrevivência do animal.

 02)
A) Os plasmídeos são obtidos de bactérias. Para corte dos plasmídeos são usadas moléculas orgânicas do grupo das enzimas (no caso, as enzimas de restrição).
B) Porque é o DNA nuclear quem comanda a síntese de proteínas na célula; no caso, os antígenos, que desencadearão a resposta imunológica.

03)
A) Quanto à origem embrionária os membros citados são considerados órgãos homólogos (mesma origem embrionária, podendo apresentar diferente função). Essa comparação evidencia a divergência entre o P. portelli e as espécies atuais porque, embora tenham um ancestral comum recente (menos de 10 milhões de anos), têm função diferente em decorrência da ação da seleção natural.
B) Com o fechamento do braço de mar ocorreu um isolamento geográfico das populações. A ação da seleção natural sobre a diversidade surgida por mutação e recombinação gênica levou ao isolamento reprodutivo.

VEJA TAMBÉM:
Questão discursiva sobre digestão, da Fuvest

0 comments… add one

Leave a Comment