Uninorte 2016-2: prova resolvida

Confira resolução da prova de biologia da Uninorte 2016-2

01) Doses de um hormônio masculino foram capazes de reverter um dos elementos do processo de envelhecimento das células, com efeitos benéficos para o organismo de pacientes com doenças genéticas.
Os resultados ainda são preliminares, mas sugerem que outros problemas ligados à idade avançada, como o câncer e as doenças cardíacas, talvez possam ser atenuados por meio dessa abordagem. Em essência, o que os pesquisadores fizeram foi reverter o encurtamento das pontas dos cromossomos. Tais pontas, conhecidas como telômeros, protegem o material genético dos riscos trazidos pelo processo de multiplicação das células.
Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/>.
Acesso em: 21 mai. 2016. Adaptado.

A respeito dos temas abordados no texto, marque com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.
(  ) O câncer caracteriza-se pela perda do controle mitótico das células e pode estar, ou não, associado aos efeitos do envelhecimento.
(  ) Os telômeros são porções codificantes do DNA, responsáveis pela expressão dos genes envolvidos no bom funcionamento das células jovens.
(  ) O encurtamento dos telômeros, após sucessivas divisões celulares, expõe o material genético codificante a um processo progressivo de degradação molecular.
(  ) Problemas cardíacos, decorrentes de uma vida sedentária e sem restrições alimentares, são curados com a utilização do hormônio masculino referenciado nesses experimentos.
A alternativa correta, considerando a marcação de cima para baixo, é a
1) V F F V
2) V F V F
3) F V V F
4) F V F V
5) F F V F

02)

A figura ilustra, de forma esquemática, um importante processo bioenergético presente nos seres vivos.
Sobre esse processo bioenergético, é correto afirmar:
1) A etapa A é comum, tanto aos processos oxidativos aeróbios, quanto aos processos fermentativos de obtenção de energia nos sistemas vivos.
2) A etapa C representa a fase enzimática da fotossíntese que utiliza o O2 produzido na etapa anterior desse processo bioquímico.
3) A oxidação completa da molécula de glicose provoca intensa fotofosforilação ao longo das três etapas representadas.
4) A entalpia gerada por esse processo bioquímico é positiva por fixar uma porção maior de energia, se comparado, à quantidade de energia liberada ao longo das reações de oxirredução.
5) A etapa B converte o ácido pirúvico em álcool etílico ou em ácido acético, dependendo da via enzimática atuante nos seres fermentativos.

03) O fato é que em indivíduos com diabetes tipo I, os níveis de glicose sanguínea permanecem altos, já que falta o sinal para as membranas plasmáticas das células musculares e dos adipócitos recrutarem os transportadores de glicose, GLUT4. Assim, mantêm-se como barreiras de baixíssima permeabilidade à glicose e se estabelece um interessante quadro metabólico. O quadro é um paradoxal contraste entre fome celular em relação à fartura do organismo.
VALÊNCIA, Fernando Fortes. Bioquímica do corpo humano: as bases moleculares do metabolismo, 1e. São Paulo: Unesp, 2014, p.71. Adaptado.
O sinal mencionado no texto, responsável pela hiperglicemia presente em diabéticos tipo I não medicados, é a presença
1) da insulina.
2) do glucagon.
3) da proteína transportadora de glicogênio.
4) do interferon.
5) do colesterol.

04) O corpo mantém-se a uma temperatura em torno de 37°C, mesmo que o número exato varie de pessoa para pessoa. Se ela cai, mesmo que seja um pouquinho, acontece a hipotermia. A 36°C, as reações e os julgamentos começam a ser afetados e, a 35°C, a pessoa é incapaz de escrever seu próprio nome e começa a sentir dificuldade para caminhar. Quando o corpo atingir 33°C, a pessoa pode se tornar completamente irracional, jogar fora as roupas e ficar nua. A maioria das pessoas entra em colapso a 32°C e a inconsciência vem quando a temperatura atinge 30°C. Nesse ponto, o corpo desistiu de tentar manter o calor; a respiração cai para uma ou duas inspirações por minuto. A 28°C, começa a arritmia cardíaca e a 20°C o coração para de vez.
VILLAZON, Luis. No limite extremo. Para saber e conhecer – BBC Knowledge. São Paulo: Duetto, n.15, set. 2010, p. 36. Adaptado.

Com base nas informações do texto e nos conhecimentos atuais sobre a importância da manutenção do equilíbrio térmico corporal, é correto afirmar:
1) A hipotermia é gerada a partir da diminuição da atividade muscular no empenho de liberar calor para ser distribuído pelo corpo através do sistema circulatório.
2) A manutenção da temperatura corpórea, em animais homeotermos, em ambientes frios depende de uma diminuição da taxa metabólica basal que garante o controle térmico em uma temperatura próxima de 37ºC.
3) A contração involuntária da musculatura esquelética é uma estratégia do sistema nervoso autônomo de manutenção térmica em situações de hipertermia.
4) As repercussões na atividade metabólica, devido a uma variação térmica corpórea, deve-se, basicamente, à progressiva inativação da ação enzimática por alteração da sua forma tridimensional.
5) As alterações de comportamentos nos indivíduos ocorrem, exclusivamente, em casos severos de hipotermia já que nas situações de hipertermia as taxas metabólicas do sistema nervoso não são alteradas.

05) 

A imagem I representa as relações de predatismo existente entre três espécies, superpredador, mesopredador e presa, e a  imagem II representa a variação do tamanho populacional, ao longo do tempo, dessas espécies em dois modelos de convivência.
Da análise da ilustração e com base nos conhecimentos de ecologia, marque com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.
(  ) A presa representa o primeiro nível trófico nessa cadeia alimentar por ser o elo de conversão e introdução de energia nesse sistema.
(  ) A presença do superpredador mantém um equilíbrio populacional nas espécies representadas.
(  ) A ausência do superpredador favorece a uma maior sobrevivência da população da presa por ser essa menos predada nessas condições.
(  ) O mesopredador provoca o colapso da população da presa na ausência da alelobiose estabelecida entre o mesmo mesopredador com a população do superpredador.
A alternativa correta, considerando a marcação de cima para baixo, é a
1) V F F V
2) V F V F
3) F V V F
4) F V F V
5) F F V F

Resolução:
01) Apenas o segundo e o quarto item estão incorretos.
2º parênteses: Os telômeros são sequências repetitivas de proteínas e DNA não codificante, localizados nas extremidades dos cromossomos.
4º parênteses: A técnica citada envolve trabalho com cromossomos (material genético) e, portanto, não tem relação com vida sedentária e tipo de alimentação.
Sequência: V F V F
Resp.: 2

02) A etapa indicada pela letra A mostra a quebra da glicose em ácido pirúvico (ou piruvato), o que caracteriza a glicólise. Trata-se de uma sequência de 10 reações e que constitui a etapa inicial do processo de respiração celular e dos processos fermentativos.
Resp.: 1

03) O sinal para que a membrana plasmática tenha sua permeabilidade à glicose aumentada e, dessa forma, para que a glicose saia da corrente sanguínea e entre nas células é dado pelo hormônio insulina, produzido pelo pâncreas.
Resp.: 1

04) Existem vários motivos pelos quais uma pessoa pode apresentar hipotermia (exposição prolongada ao frio; baixa atividade da tireoide; cardiopatias…), mas, não por redução da atividade muscular.
As alterações fisiológicas em decorrência de variações térmicas devem-se, basicamente a uma alteração na atividade enzimática, em decorrência da modificações na estrutura tridimensional da molécula enzimática.
Resp.: 4

05)
(F) O primeiro nível trófico é representado pelos produtores.
(V) Verdadeira, embora a população do mesopredador tenha estabilizado com um número reduzidíssimo de indivíduos.
(F) Pelo gráfico II, na ausência do superpredador, a população de presa desapareceu.
(V) Verdadeira. Análise direta do gráfico II.
Resp.: 4

Veja também:
Resolução vestibular 2018 da Faculdade de Medicina São Lucas (Porto Velho/RO).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *