Questão resolvida sobre albinismo, da UnirG

(UnirG/2021 – Prova Matriz para Medicina) Bebê abandonada por ser albina cresce e vira modelo de revista
Xueli Abbing foi deixada na porta de um orfanato na China, mas ganhou uma família e vida nova na Holanda após ser adotada… por ser diferente das outras crianças. Ela nasceu com albinismo, uma condição genética caracterizada pela falta de melanina, pigmento que dá cor à pele, aos cabelos e aos olhos… o albinismo é rodeado de preconceitos.
Na China, essa condição é vista como uma maldição, um fardo incapacitante. Essa perspectiva pode ser uma das razões que levaram ao abandono de Xueli.
(ADAPTADO). Disponível em https://virtz.r7.com. 07/05/2021. Acesso em 16/06/2021.

No que se refere ao albinismo, podemos afirmar que
A) pais normais heterozigotos só podem ter filhos normais.
B) trata-se de uma doença determinada por um alelo dominante.
C) o alelo recessivo deve estar em homozigose para se manifestar.
D) pais albinos heterozigotos só podem ter filhos albinos.

RESOLUÇÃO:
O albinismo é uma condição genética determinada por um alelo autossômico (independente do sexo) recessivo. Isso significa que somente pessoas com genótipo aa são portadores da característica. Pessoas, com pelo menos um alelo dominante, manifestam fenótipo normal.
Do cruzamento entre pessoas heterozigotas, a probabilidade de nascer um descendente albino é de 1/4.
Veja cruzamento:

Os genótipos em vermelho indicam pessoas com pigmentação normal na pele; somente o genótipo aa indica indivíduo albino.

VEJA TAMBÉM:
Unifaminas 2017 – prova de biologia resolvida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.